Cicatriz de acne: 5 tratamentos que você precisa conhecer

A cicatriz de acne é uma problema muito comum que pode surgir na adolescência, acompanhar a vida adulta e causar grande desconforto estético. 

Quer descobrir como tratar esse problema? Conheça as opções mais modernas da Clínica Scipioni!

Cicatriz de acne: entenda mais

A acne, mais conhecida por cravos e espinhas, é uma doença dermatológica muito comum, especialmente entre os adolescentes. 

A condição se caracteriza pelo processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. 

Apesar de atingir cerca de 80% a 95% dos jovens, a acne também pode surgir na fase adulta, sendo mais comum em mulheres.

Os quadros variam entre brandos e transitórios até quadros extremamente inflamatórios, com pápulas, pústulas, cistos e cicatrizes de acne que causam deformidades permanentes.

Nestes casos, a acne pode acometer a face, o tórax, o dorso e outros membros, causando comprometimento emocional intenso e grave. 

Cicatriz de acne da mulher adulta

A acne da mulher adulta é um problema que atinge milhares de brasileiras, principalmente após os 30 anos de idade.

Estima-se que cerca de 30% das mulheres adultas sofrem com episódios pré-menstruais, que podem causar dor, manchas e cicatrizes de acne.

Algumas mulheres com a acne na fase adulta podem sofrer danos psicossociais, causados pela ansiedade, depressão e baixa autoestima em função do problema.

Quais são os fatores para o surgimento da acne?

Os quadros de acne podem ser desencadeados ou agravados por diversos fatores:

  • Influência genética e histórico familiar (normalmente está presente em pessoas com quadros mais graves)
  • Medicamentos, hormônios, vitaminas e suplementos;
  • Cosméticos inadequados para o tipo de pele;
  • Dieta de alto índice glicêmico;
  • Doenças sistêmicas (tumores ovarianos, supra renais e hipofisários, síndrome dos ovários policísticos, diabetes e obesidade), entre outros.

Também pode estar relacionado com:

  • Histórico de acne na adolescência; 
  • Síndromes metabólicas; 
  • Pele oleosa; 
  • Estresse;
  • Tabagismo.

Como tratar a cicatriz de acne?

1) Luz Intensa Pulsada

Através da emissão de feixes de luz, a Luz Intensa Pulsada trata especificamente cada estrutura da pele. 

A tecnologia atua na melhora da cicatriz de acne, estimulando o surgimento de células jovens e de fibras colágenas e elásticas para o rejuvenescimento da pele.

O tratamento também promove excelentes resultados na melhora da qualidade da pele em lesões de acne ativa.

2) Peelings

O tratamento com peelings utiliza substâncias químicas específicas que removem as camadas exteriores (epiderme e derme superficial) danificadas da pele.

A pele tratada com peelings passa por um processo de descamação para se regenerar com uma aparência melhorada, melhorando a aparência da cicatriz de acne.

Em outras palavras, é como se fosse uma esfoliação para acelerar o processo de renovação da pele.

Além de renovar a pele, o procedimento também é indicado para estimular a produção de colágeno, estruturando a pele com mais firmeza, brilho e textura.

3) Drug delivery

O drug delivery é uma técnica que facilita a entrega de moléculas terapêuticas nas camadas mais profundas da pele, facilitando a penetração dos princípios ativos.

O tratamento resulta no estímulo da produção de novas células, fibras de colágeno e elastina, suavizando a aparência da cicatriz de acne.

4) Preenchimento com skinbooster

O skinbooster hidrata profundamente a pele de dentro para fora e estimula a produção de colágeno para uma estrutura com mais elasticidade e sustentação. 

O procedimento melhora o aspecto das cicatrizes de acne, devolvendo o brilho, maciez e hidratação da pele.

A quantidade de sessões pode variar conforme as suas necessidades. Geralmente, são feitas três sessões com intervalo de um mês. 

São necessárias manutenções com intervalos mais espaçados para manter a pele jovem, lisa, macia e hidratada por mais tempo.

5) Retirada cirúrgica 

A cicatriz de acne podem ser atróficas (depressões na pele) ou hipertróficas (pele mais enrijecida e protuberante).

A excisão e sutura simples é um tipo de tratamento cirúrgico. É indicado para o tratamento de cicatrizes de acne extensas, como as hipertróficas.   

Com anestesia e bisturi, o dermatologista aplica técnicas que visam melhorar a aparência da pele, fazendo com que a cicatriz da cirurgia seja mais discreta que a da acne.

A quantidade de sessões necessárias depende das cicatrizes de acne e da resposta do seu organismo.

Além de tudo isso, o tratamento para acne também inclui mudanças no estilo de vida e uso de medicamentos tópicos e orais.

Em alguns casos, é necessário tratamento multidisciplinar com outras especialidades médicas, como: endocrinologistas, psiquiatras, psicólogos, nutricionistas, entre outros.

O ideal é procurar um dermatologista certificado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia  para avaliar se a toxina botulínica é a indicação mais adequada para as suas necessidades.

Confira também: Rejuvenescimento facial: 6 tratamentos para uma pele jovial

Conte com a Scipioni

Está interessada(o) em realizar o tratamento da cicatriz de acne? Conte conosco! 

A equipe da Scipioni é composta por profissionais qualificados e especializados para realizar procedimentos, diagnósticos, tratamentos e abordagens clínicas de forma 

humanizada, com foco na segurança, conforto e bem-estar do paciente. 

Entre em contato pelo número (48) 99116-1001 e agende uma consulta.

Compartilhar Post