Mini Abdominoplastia

Em geral, fatores como gestações múltiplas e genética contribuem para o desenvolvimento de frouxidão na pele, depósitos de gordura e marcas de distensão na região abdominal. Mesmo a perda de peso substancial pode contribuir para o desenvolvimento de frouxidão da pele abdominal. Como estas áreas não respondem a dieta e rotina de atividades físicas, o abdome assume tamanho desproporcional em relação ao restante do organismo.

Como funciona a mini-abdominoplastia

A mini-abdominoplastia remove a frouxidão de pele, depósitos de gordura, e marcas de distensão do abdome inferior abaixo do umbigo. Além disso, os músculos abdominais distendidos e enfraquecidos com o passar do tempo são esticados, restabelecendo a aparência de abdome firme e plano. Procedimentos de redução de abdome podem ser realizados isoladamente ou em associação à lipoaspiração para melhorar ainda mais o contorno corporal. A mini-abdominoplastia não deve ser considerada como tratamento de obesidade ou substituto de dieta adequada e atividade física. Indivíduos com indicação para mini-abdominoplastia devem ser saudáveis e relativamente em forma. Gestações futuras e alterações substanciais de peso após procedimento de mini-abdominoplastia, bem como presença de cicatrizes de cirurgias anteriores, podem reduzir a eficácia e longevidade do tratamento. Caracteriza-s principalmente por não gerar cicatriz no umbigo.

Preparo cirúrgico

A duração do procedimento de mini-abdominoplastia varia conforme a extensão de tecido a ser removido, ou a necessidade de procedimentos adicionais como a lipoaspiração. Entretanto, a maioria dos procedimentos de mini-abdominoplastia dura aproximadamente de 1 a 2 horas.

Incisão na mini-abdominoplastia

Diferente da Lipoabdominoplastia clássica, a mini-abdominoplastia requer, geralmente, incisão simples. Isso se deve ao fato do procedimento de redução parcial do abdome preservar o umbigo em sua posição original ou apenas abaixa-se um pouco o mesmo, assim, a incisão ao redor do umbigo é desnecessária. O cirurgião faz uma incisão logo acima da região pubiana. Embora a incisão seja mais curta do que a incisão em uma redução total de abdome, sua extensão e forma dependem da extensão do tratamento, bem como os contornos corporais.  Posiciona-se a incisão em local coberto por roupas de banho, ou roupas íntimas. É importante notar que a cicatriz é permanente.

Exposição da parede abdominal

A pele e a camada de gordura sobre a parede abdominal são separadas usando um bisturi eletrônico.A musculatura é tratada, costurada e reforçada. O tecido é então tracionado para baixo e retirado o excesso de pele.

Enrijecimento dos músculos abdominais

Para manter o abdome esticado o cirurgião sutura os músculos retos abdominais e obliquos, aproximando-os, tornando a parede abdominal mais plana e firme e com uma linha de cintura mais magra e esbelta.

Remoção de excesso de pele

O cirurgião estica a camada de pele e gordura descolada da parede abdominal. A pele e a gordura que sobram além da linha de incisão original são removidas.

Resultados da mini-abdominoplastia

A maioria dos pacientes retorna ao trabalho em 1 a 3 semanas. Entretanto, pode levar de 4 semanas para retomar a vida normal, incluindo levantar pesos e exercícios mais intensos. Embora a cicatriz seja permanente, ela esmaece com o tempo. É importante notar que novas gestações e ganho ou perda substancial de peso podem comprometer o resultado. Entretanto, com dieta adequada e exercícios físicos, o resultado da abdominoplastia pode ser duradouro e manter-se por vários anos.

Arquivos para download